fbpx
FIM: Os mais rentáveis de 2022

Compartilhe este post

Quais são os melhores multimercados de 2022?

Em geral, o ano foi complexo para os fundos de investimentos. A turbulência no mercado financeiro trouxe desafios ao trabalho de gestores profissionais.

Quanto aos multimercados, especificamente os da categoria macro, a  Quantum levantou os que se destacaram no acumulado do ano. 

Esses fundos podem investir em renda fixa, variável e câmbio, buscando se aproveitar ao máximo dos cenários macroeconômicos.

A nossa pesquisa sobre melhores fundos multimercado foi feita a pedido do portal E-Investidor

Veja abaixo os destaques do:

O destaque dos FIM 

Para investir em fundos multimercado, é preciso fazer pesquisas para ter um bom alinhamento. Afinal, é essencial o match entre os produtos escolhidos, a tolerância ao risco e os retornos esperados, considerando ainda o cenário macroeconômico e político de um país.

Mas quem conseguiu escolher um fundo multimercado adequado, pode ter encontrado bons retornos em 2022. Se nos últimos anos essa indústria esteve em baixa, este ano representou uma virada para o segmento.

“Os multimercados vinham sofrendo nos anos anteriores, mas, ao longo de 2022, boa parte deles conseguiu boas performances”, disse Eduardo Cubas, sócio e diretor de alocação da Manchester Investimentos, à reportagem do E-Investidor.

O especialista destacou que a alta da inflação e dos juros foi importante para a melhora no desempenho dos multimercados. 

Cubas lembra que esses cenários não são uma novidade para gestores brasileiros.“Eles têm ferramentas para se beneficiar disso e conseguiram capturar muito bem a subida da perspectiva de taxa de juros nas principais economias do mundo, principalmente nos Estados Unidos”, afirma.

A reportagem também ouviu Dan Kawa, sócio da TAG Investimentos e especialista em fundos de investimento. Ele aponta a volatilidade da renda variável, junto à estratégia de juros globais e ao câmbio, como responsáveis pelos bons retornos dos FIM.  

“Tivemos tendências menos agudas em outros mercados”, afirma o sócio da TAG. “Fundos de ações, por exemplo, tiveram um ano muito ruim. Ações cíclicas sofreram muito por questões macro e micro, os fundos sofreram várias semanas seguidas de resgate. Foi um ano difícil”, completa.

Os melhores multimercados de 2022

Com a alta do setor, nós levantamos os melhores fundos multimercados do ano, em termos de rentabilidade

O universo da análise contempla somente produtos com 100 ou mais cotistas, em funcionamento normal na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e não exclusivos.

A janela do estudo vai de 1º de janeiro até 14 de novembro de 2022.

NomeGestãoRetorno no ano
BDR AVARGA FI MULTIMERCADOBDR Asset Management101,18%
BTG PACTUAL ECONOMIA REAL FEEDER I FI MULTIMERCADOBTG Pactual WM Gestão de Recursos62,15%
CSHG VALOR VENTURE CAPITAL INVESTIMENTO NO EXTERIOR FI MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADOCredit Suisse Hedging-Griffo62,05%
BTG PACTUAL ECONOMIA REAL FEEDER FIC MULTIMERCADOBTG Pactual WM Gestão de Recursos61,97%
SPX RAPTOR FEEDER INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADOSPX Capital49,24%
SPX RAPTOR F-22 INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADOSPX Capital49,23%
CSHG ALLOCATION SPX RAPTOR CSHG INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADOCredit Suisse Hedging-Griffo48,83%
SPX RAPTOR PVT INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADOItaú DTVM48,65%
BTGP THUNDERBOLT ACCESS INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADOBTG Pactual WM Gestão de Recursos48,46%
VITREO PETRÓLEO FI MULTIMERCADOEmpiricus Investimentos40,58%

Fonte: Quantum Finance

Disclaimer: As rentabilidades passadas  apresentadas não são garantia de rentabilidade futura. Esse conteúdo tem cunho educativo e não deve ser confundido como indicação de investimentos.

Expectativas para 2023

A reportagem do E-Investidor destacou que o investidor pode esperar por bons desempenhos dos fundos multimercados no próximo ano.

A matéria aponta como razão a expectativa de uma Selic alta por mais tempo em 2023, diante das incertezas fiscais do próximo governo. Outro fator seria o aperto monetário em economias externas desenvolvidas pelos respectivos bancos centrais dos países.

CONFIRA AGORA O ARTIGO COMPLETO:

Compartilhe este post

Menu