fbpx
Quais foram as melhores e as piores small caps da bolsa em 2021?

Compartilhe este post

Ranking Small Caps 2021

Em mais uma análise para a Valor Investe, Carlos Heitor Campani (Professor de Finanças do Coppead/UFRJ), utilizando dados fornecidos pela Quantum, fez um estudo sobre quais foram as melhores e piores small caps da bolsa no ano de 2021.

Quais foram as melhores e as piores small caps em 2021?

Por Carlos Heitor Campani

Nesta primeira coluna de 2022, compartilho com vocês uma análise que fiz dos papéis considerados de pequenas empresas, as chamadas small caps. Para isso, considerei como universo de análise os 119 papéis que estão no IBrA (Índice Brasil Amplo, da B3) e não estão no Ibovespa. Meu objetivo é dar atenção a papéis que podem não estar no seu radar, já que a bolsa não se limita, de forma alguma, ao mais famoso dos seus índices.

A importância de se tomar o IBrA como referência em vez de todas as ações listadas na bolsa é garantir um mínimo de liquidez à análise, tendo em vista que tal índice inclui os papéis que respondem por 99% da negociabilidade da bolsa. Além disso, retirei da análise papéis lançados ao longo de 2021 e sem negociação em algum pregão, elevando, assim, o filtro de liquidez. Isso resultou em um número final de 92 papéis analisados. Não obstante, sugiro sempre analisar com atenção a liquidez na hora de investir nesses papéis, principalmente no que se refere ao número médio de negócios e volume médio (em reais) por dia.

É importante notar que utilizo retornos totais, ou seja, que incorporam eventuais dividendos, juros sobre capital próprio, desdobramentos, bonificações, aumentos de capital etc. Com isso, algumas das rentabilidades apresentadas a seguir não serão exatamente iguais à variação da cotação do papel em 2021.

Small Caps – maiores rentabilidades

Com dados gentilmente cedidos pela Quantum Finance, eis os 20 papéis que mais rentabilizaram em 2021 dentro do universo selecionado de 92 pequenas empresas.

#CódigoEmpresaRentabilidade em 2021Desvio-Padrão (Anualizado)Índice Sharpe (Anualizado)
1UNIP6UNIPAR183,6%47,7%3,761
2FESA4FERBASA164,7%51,6%3,109
3SYNE3SYN PROP TEC127,9%86,1%1,436
4TECN3TECHNOS78,5%76,7%0,966
5PTBL3PORTOBELLO76,8%60,4%1,199
6SLCE3SLC AGRICOLA71,2%40,0%1,671
7AMBP3AMBIPAR60,7%50,5%1,115
8LEVE3METAL LEVE59,3%49,2%1,117
9TASA4TAURUS ARMAS59,1%52,3%1,046
10CMIG3CEMIG50,0%31,5%1,445
11DEXP3DEXXOS PAR48,6%71,2%0,622
12LOGN3LOG-IN45,9%52,0%0,797
13SMTO3SAO MARTINHO43,2%36,6%1,061
14RANI3IRANI42,1%44,0%0,857
15AGRO3BRASILAGRO39,5%35,5%0,991
16KEPL3KEPLER WEBER38,4%34,7%0,979
17SIMH3SIMPAR36,5%45,0%0,713
18AALR3ALLIAR34,9%67,4%0,453
19STBP3SANTOS BRP32,7%47,6%0,596
20ROMI3INDS ROMI28,2%66,1%0,360

Maiores performances

Sabemos que o ranking de rentabilidades não considera o risco e, portanto, apresento abaixo os 20 papéis com melhores performances ajustadas a risco, segundo o índice Sharpe anualizado. Notem que três ações entraram nessa lista em relação ao ranking das 20 maiores rentabilidades: CPLE3, GRND3 e TRPL4. Elas tomaram os lugares de AALR3, ROMI3 e STBP3. E a UNIP6, da Unipar, seguiu como líder do ranking.

#TickerEmpresaRentabilidade em 2021Desvio-Padrão (Anualizado)Índice Sharpe (Anualizado)
1UNIP6UNIPAR183,6%47,7%3,761
2FESA4FERBASA164,7%51,6%3,109
3SLCE3SLC AGRICOLA71,2%40,0%1,671
4CMIG3CEMIG50,0%31,5%1,445
5SYNE3SYN PROP TEC127,9%86,1%1,436
6PTBL3PORTOBELLO76,8%60,4%1,199
7LEVE3METAL LEVE59,3%49,2%1,117
8AMBP3AMBIPAR60,7%50,5%1,115
9SMTO3SAO MARTINHO43,2%36,6%1,061
10TASA4TAURUS ARMAS59,1%52,3%1,046
11AGRO3BRASILAGRO39,5%35,5%0,991
12KEPL3KEPLER WEBER38,4%34,7%0,979
13TECN3TECHNOS78,5%76,7%0,966
14RANI3IRANI42,1%44,0%0,857
15LOGN3LOG-IN45,9%52,0%0,797
16SIMH3SIMPAR36,5%45,0%0,713
17CPLE3COPEL24,2%29,0%0,682
18DEXP3DEXXOS PAR48,6%71,2%0,622
19TRPL4TRAN PAULIST17,7%21,8%0,613
20GRND3GRENDENE26,2%35,8%0,610

Quais as small caps que mais perderam valor em 2021?

Abaixo, listo os 20 papéis que mais tiveram perdas em 2021 dentro do universo selecionado de 92 pequenas empresas.

#CódigoEmpresaRentabilidade em 2021Desvio-Padrão (Anualizado)Índice Sharpe (Anualizado)
1ENJU3ENJOEI-77,6%79,6%-1,031
2TCSA3TECNISA-63,9%57,6%-1,185
3NGRD3NEOGRID-63,1%66,5%-1,015
4HBOR3HELBOR-61,3%52,1%-1,260
5PLPL3PLANOEPLANO-54,8%49,2%-1,202
6GFSA3GAFISA-53,8%52,2%-1,114
7CEAB3CEA MODAS-52,3%50,2%-1,128
8BOAS3BOA VISTA-51,4%53,5%-1,043
9HBSA3HIDROVIAS-50,0%46,9%-1,159
10LIGT3LIGHT S/A-49,2%42,2%-1,269
11TRIS3TRISUL-49,0%46,7%-1,144
12RCSL3RECRUSUL-45,3%90,3%-0,550
13BKBR3BK BRASIL-45,1%46,9%-1,056
14MTRE3MITRE REALTY-44,8%48,9%-1,006
15TEND3TENDA-43,9%41,6%-1,160
16MEAL3IMC S/A-42,3%49,2%-0,948
17BMGB4BANCO BMG-39,3%42,4%-1,030
18AMAR3LOJAS MARISA-39,0%64,8%-0,669
19SEQL3SEQUOIA LOG-38,0%57,0%-0,742
20TGMA3TEGMA-37,0%48,4%-0,854
  • Carlos Heitor Campani – Professor de Finanças do Coppead/UFRJ. Pesquisador, Consultor e Autor na área de Investimentos, Previdência, Finanças Pessoais e Finanças Corporativas.
  • Sistema de Dados e Informações Financeiras:  Quantum Axis
  • Fonte: Valor Investe– publicado em 05/01/2022

Compartilhe este post

Menu