fbpx

Taxas dos CDBs têm recuo com manutenção da Selic

CDBs: Retornos da segunda quinzena de setembro

Compartilhe este post

Taxas dos CDBs têm recuo com manutenção da Selic

A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central de manter a Selic em 13,75% ao ano, após um período de 12 altas consecutivas, causou impacto no segmento de CDBs (Certificados de Depósito Bancário).Houve uma queda na taxa média entregue pelos títulos, na maioria dos prazos.

É o que aponta levantamento da Quantum para reportagem do portal InfoMoney. Esse monitoramento é feito quinzenalmente. 

CDBs atrelados ao CDI

Os papéis indexados ao CDI obtiveram uma rentabilidade média de para 100,27%. Ou seja, uma queda de 2,11 pontos percentuais na comparação com o levantamento da quinzena anterior.

A maior contração foi observada nos CDBs com prazo de seis meses: de 102,38% para 100,27%. Os títulos com vencimento em dois anos contraíram de 101,38% na quinzena anterior para 100,66%.

As taxas máximas do período também recuaram. Alguns CDBs atingiram a casa dos 122% entre os dias 29 de agosto e 12 de setembro, enquanto entre 12 e 27 deste mês os títulos atingiram o patamar máximo de 118,80%.

Veja abaixo a tabela:

Retornos brutos de CDBs indexados ao CDI (de 12/09 a 27/09)

Prazo (meses)

IndexadorTaxa mínimaTaxa médiaTaxa máximaNúmero de títulosEmissor da maior taxa
3DI83,00%100,82%104,00%64

BANCO ABC BRASIL

6

DI97,50%100,27%106,00%45BANCO BMG
12DI90,00%101,72%117,00%82

BANCO MERCANTIL BRASIL

24

DI98,00%100,66%118,00%85BANCO MERCANTIL BRASIL
36+DI96,00%102,80%118,80%56

BANCO PINE

Fonte: Quantum Finance. Os retornos são brutos, sem descontar o Imposto de Renda.

CDBs atrelados ao IPCA

Os papéis atrelados à inflação também seguiram a linha do CDI e apresentaram queda no retorno médio. A contração mais agressiva foi com CDBs com prazo a partir de três anos: de 6,29% para 6,05%.

Os retornos máximos também tiveram um recuo na última quinzena. CDBs com um ano de validade saíram de 9,81% para 9,64%. No caso dos papéis a partir de três anos , a taxa passou de 6,54% para 6,48%.

Mas, esse indexador trouxe pelo menos uma alta no período estudado. Os CDBs com prazo de 24 meses tiveram uma taxa real máxima de 7,35% entre os dias entre 12 e 27 deste mês, contra os 7,31% observados entre 29 de agosto e 12 de setembro.

Confira os dados completos abaixo:

Retornos brutos de CDBs indexados à inflação (de 12/09 a 27/09)

Prazo (meses)IndexadorTaxa mínimaTaxa médiaTaxa máximaNúmero de títulosEmissor da maior taxa

12

100% IPCA7,35%8,82%9,64%250BANCO BTG PACTUAL

24

100% IPCA5,80%6,91%7,35%27

BANCO BTG PACTUAL

36+100% IPCA5,25%6,05%6,48% 10

BANCO BTG PACTUAL

Fonte: Quantum Finance. Os retornos são brutos, sem descontar o Imposto de Renda.

CDBs prefixados

Diferentemente dos anteriores, os títulos prefixados tiveram comportamentos mistos no período analisado. 

Nosso levantamento mostrou uma crescente nos retornos médios nos títulos de até seis meses. Segundo a reportagem, uma explicação para esse movimento seria a expectativa de alguns agentes de mercado pelo aumento da Selic em 0,25% para 14% ao ano, o que acabou não acontecendo

Vale destacar que a decisão do Copom pela manutenção da taxa básica de juros saiu na última quarta-feira (21) e o estudo da Quantum avaliou o segmento de CDBs entre os dias 12 e 27 de setembro. 

Diante disso, a rentabilidade média dos papéis com validade de três meses subiu de 13,81% para 13,84%. CDBs de seis meses também aumentaram de 13,82% para 13,89%.

Nosso levantamento também mostrou um avanço na taxa máxima dos títulos bancários para vencimentos entre três e doze meses. Por exemplo, os CDBs de seis meses alcançaram 14,40%. Ou seja, uma alta de 0,16% comparado ao último levantamento.

Veja abaixo a tabela com as informações completas:

Retornos de CDBs prefixados (de 12/09 a 27/09)

Prazo (meses)IndexadorTaxa mínimaTaxa médiaTaxa máximaNúmero de títulos

Emissor da maior taxa

3

PREFIXADO13,46%13,84%14,29%86BANCO BTG PACTUAL 
6PREFIXADO13,50%13,89%14,40%41

BGN LEASING  ARREND MERCANTIL

12

PREFIXADO13,18%13,71%14,21%31

BANCO DAYCOVAL 

24

PREFIXADO11,10%12,48%14,09%23BANCO RODOBENS 
36+PREFIXADO12,20%12,80%13,18%19

BANCO DAYCOVAL 

Fonte: Quantum Finance. Os retornos são brutos, sem descontar o Imposto de Renda.

CONFIRA AGORA A REPORTAGEM COMPLETA:

Compartilhe este post

Menu