Análise Bitcoin: como a moeda pode terminar 2021? | Investing.com

Compartilhe este post

Análise Bitcoin: como a moeda pode terminar 2021? | Investing.com

A criptomoeda mais famosa do mundo, conhecida por sua valorização e volatilidade, é tema da análise de Carlos Heitor Campani em sua coluna no Investing.com Brasil. O expert em Finanças utiliza para sua análise sobre o Bitcoin a plataforma da Quantum, o Quantum Axis, como fonte dos dados.

A primeira consideração de Campani é o objetivo da análise: em não sendo possível determinar o patamar da criptomoeda com o conhecimento científico disponível, o levantamento de dados busca avaliar o grau de incerteza de um determinado investimento com base em algumas premissas. Dessa forma, o especialista realizou uma análise para estimar a incerteza e patamares aos quais o Bitcoin pode chegar ao final do ano de 2021.

 Análise Bitcoin: Premissas e Resultados

A primeira premissa determinada é relacionada ao histórico da criptomoeda. Campani considerou que os retornos obtidos no passado refletem a mesma distribuição de probabilidade dos retornos que ocorrerão ao longo deste ano.

O especialista utilizou dados diários e a simulação de Monte Carlo via bootstraping como técnica, onde simulo caminhos aleatórios para o Bitcoin até o final do ano. “É o futuro simulado muitas vezes com base não exatamente no que aconteceu (porque o passado jamais se repetirá), mas sim numa distribuição de probabilidades que respeita o que aconteceu. Trata-se de uma técnica bastante útil em muitas situações de análise e tomada de decisão”, atesta Campani.

O preço da criptomoeda foi o praticado no dia 7/7/2021, e todos os retornos considerados estão em reais. Foram trabalhadas quatro janelas históricas como premissas para a distribuição de retornos até o final do ano: cinco anos, um ano, seis meses e três meses. Os histogramas são apresentados a seguir:

Quantum Análise Bitcoin 2021 Histograma 5 anos

Quantum Análise Bitcoin 2021 Histograma 5 anos

Quantum Análise Bitcoin 2021 Histograma 6 meses

Quantum Análise Bitcoin 2021 Histograma 3 meses

Para complementar a análise dos histogramas acima, Campani também  apresenta os percentis baseados em cada período histórico utilizado. O Professor e Pesquisador explica: “Para entender como os valores na tabela abaixo devem ser interpretados, tomemos como exemplo a linha do histórico de cinco anos e percentil 10%: há 10% de chances da rentabilidade do Bitcoin até o final do ano ser -17% ou abaixo disso (e, consequentemente, 90% de chances de ser acima desse valor). Por sua vez, a mediana representa a rentabilidade que separa 50% de chances abaixo e 50% de chances acima deste valor”.

Quantum Análise Bitcoin 2021 Percentis

Campani analisa que o histórico dos últimos cinco anos é o mais favorável à criptomoeda em análise e isso se explica por sua alta explosiva ao longo desse período. Mesmo considerando o histórico de apenas um ano, as perspectivas são otimistas daqui ao final do ano. Mas, note que mesmo nesses cenários, há alguma chance do Bitcoin cair consideravelmente. Os cenários construídos com base nos seis meses recentes são menos otimistas na alta e apontam cenários de quedas um pouco mais acentuadas e com maiores probabilidades. Já os gerados pelo histórico ainda mais recente (três meses) são pessimistas e revelam menos de 5% de chances para uma alta do Bitcoin até o final do ano. Para o especialista, esse resultado é natural tendo em vista os recentes acontecimentos relacionados à criptomoeda nos últimos três meses.

“Perceba o quanto foi importante observar os cenários com base em diferentes períodos históricos. Uma visão baseada no período mais longevo pode causar um otimismo exagerado, mesmo que ela ainda contemple a possibilidade de rentabilidades negativas. Já a visão de curto prazo pode excessivamente afugentar investidores e impedi-los de capturar uma recuperação da criptomoeda”,observa Campani. Para o especialista, a postura ideal seria analisar diferentes cenários baseados em premissas distintas, compreender o risco oriundo da incerteza e tomar uma decisão de investimento adequada ao seu perfil e objetivos.

Autor da Análise: Carlos Heitor Campani – Professor de Finanças do Coppead/UFRJ. Pesquisador, Consultor e Autor na área de Investimentos, Previdência, Finanças Pessoais e Finanças Corporativas.
Fonte:  Investing.com– publicado em 9/27/2021

Compartilhe este post

Menu