Análise: Melhores e Piores Setores para Investir | Investing.com

Levantamento Quantum Melhores e Piores Setores para Investir na B3 Investing.com

Compartilhe este post

Análise: Melhores e Piores Setores para Investir | Investing.com

Você acompanhar a rentabilidade dos setores listados na B3? Entender a performance por esta lente de análise pode fornecer mais insumos para investidores na tomada de decisão. Com isso em mente, Carlos Heitor Campani, especialista em Finanças e colunista da Investing.com, publicou uma análise sobre os melhores e piores setores para Investir. Os dados foram extraídos da plataforma Quantum, que reúne as bases mais completas do mercado financeiro. Confira a seguir:

Setores Melhores e Piores para Investir – análise 2016-2021

Os setores e a classificação de cada papel são definidos pela própria B3 e todas as informações podem ser encontradas em seu próprio website. Com dados extraídos do Quantum Axis, Campani construiu retornos diários para os setores com base em uma carteira igualmente ponderada diariamente com todos os papéis de cada setor tendo como universo os 178 constituintes atuais do IBrA (Índice Brasil Amplo).

A tabela abaixo apresenta rentabilidades totais no período de 2016 a 2021, bem como volatilidades anualizadas e quocientes retorno-risco para todos os 10 setores:

Melhores e Piores Setores B3 _Quantum _Rentabilidades 2016-2021

“Os setores de Tecnologia da Informação e de Materiais Básicos foram disparados os que mais rentabilizaram, com retornos acima de 1.350%”, atesta o especialista. Esses dois setores também apresentaram, de longe, os melhores quocientes retorno/risco. Na parte inferior da tabela, aparecem os setores de Consumo Não Cíclico e de Comunicações, com as piores rentabilidades e quocientes retorno-risco.

Já a próxima tabela evidencia as rentabilidades em período mais curto, de 2018 a 2021.  Percebe-se que os setores de Tecnologia da Informação e de Materiais Básicos mantiveram-se na ponta dentre todos os 10 setores. “Aliás, os 5 primeiros colocados não se alteraram em relação ao período anterior de análise”, ressalta o especialista. Na parte inferior da tabela, o setor de Comunicações manteve a baixa performance e o setor de Saúde caiu uma posição, apresentando agora a penúltima rentabilidade dentre todos os setores.

Melhores e Piores Setores B3 _Quantum _Rentabilidades 2018-2021

ANÁLISE 2021 

A tabela abaixo apresenta rentabilidades totais ao longo de 2021 (até o fechamento de 17 de agosto), bem como volatilidades anualizadas e quocientes retorno-risco para todos os 10 setores. Mais uma vez os setores de Tecnologia da Informação e Materiais Básicos permanecem como os mais atrativos para investimentos – só que em ordem invertida. Na parte inferior da tabela, seguem os mesmos três setores da análise desde 2018.Melhores e Piores Setores B3 _Quantum _Rentabilidades 2021

Os resultados apresentados permitem algumas conclusões interessantes, com a robustez de três períodos diferentes (atual, curto e médio prazo). Os setores de Tecnologia da Informação e de Materiais Básicos vivem desde 2016 em lua de mel com o mercado, tendo obtido rentabilidades acima de todos os outros setores da economia. Os setores de Comunicações e de Saúde, por outro lado, aparecem sempre na parte inferior da tabela, com rentabilidades aquém da maioria dos setores. “Outro ponto que chamou a atenção foi a menor volatilidade apresentada pelos setores de Utilidade Pública, de Consumo Não Cíclico, de Saúde e de Comunicações em todos os três períodos analisados. Dentre esses quatro setores, o de Utilidade Pública apresentou retornos mais atraentes”, conclui Campani.

  • Autor da Análise: Carlos Heitor Campani – Professor de Finanças do Coppead/UFRJ. Pesquisador, Consultor e Autor na área de Investimentos, Previdência, Finanças Pessoais e Finanças Corporativas.
  • Sistema de Dados e Informações Financeiras:  Quantum Axis
  • Fonte:: Investing.com – publicado em 20/8/2021

Compartilhe este post

Menu